Matérias-Primas

Açaí

Açaí

Euterpe oleracea. “Açaí” e “uaçaí” são oriundos do tupi yasa’i, “fruta que chora”, numa alusão ao sumo desprendido pelo seu fruto. O açaí é um alimento muito importante na dieta dos nortistas do Brasil, onde seu consumo remonta aos tempos pré-colombianos. Hoje em dia, é cultivado não só na Região Amazônica, mas em diversos outros estados brasileiros.

Arruda

Arruda

Ruta graveolens. É uma planta da família das Rutáceas. Suas folhas são utilizadas como chá com fins calmantes. Na forma de infusão (20 gramas para um litro de água), ou empregando-se as folhas secas em pó, combate os piolhos. Desde a antiga Grécia, era usada para afastar doenças contagiosas. Os escravos africanos usavam-na contra mau-olhado. A igreja, no início da era cristã, fazia raminhos de arruda para espargir água-benta nos fiéis.

Café

Café

Coffea arabica L. O café é uma bebida produzida a partir dos grãos torrados do fruto do cafeeiro. É servido tradicionalmente quente, mas também pode ser consumido gelado. O café é um estimulante, por possuir cafeína — geralmente 80 a 140 mg para cada 207 ml dependendo do método de preparação. Minas Gerais é o estado com maior produção de café do Brasil.

Capim

Capim

Megathyrsus maximus. capim-mombaça, ou capim-colonião . A palavra “capim” é de origem tupi e significa “erva qualquer” . Encontrado em diversas regiões do país, é de fácil cultivo e proliferação, sendo muito utilizado como forragem.

Carrapicho

Carrapicho

Desmodium adscendens. Pequena erva rasteira, perene, estolonífera, com ramos de até 50m de comprimento. Frutos pequenos tipo vagens, que se aderem facilmente à roupa e aos pelos de transeuntes. É nativa de quase todo o país principalmente na planície costeira onde é uma “planta danínha”. Desde 2009, foi reconhecida oficialmente pelo Ministério da Saúde do Brasil como possuidora de propriedades fitoterápicas.

Folha do Cerrado

Folha do Cerrado

Chamaecrista orbiculata. Conhecida também como minurinha ou folha moeda, é encontrada no cerrado brasileiro. Possui beleza incomparável: sua textura permite que seja “esqueletizada”, ou seja, após ser desidratada e passar por processo de cozimento, a folha perde o limbo, ficando apenas suas nervuras. É muito utilizada na confecção de arranjos decorativos e inúmeros produtos artesanais.

Magnólia

Magnólia

Magnolia. As magnólias são árvores, arbustos ou arvoretas semidecíduas ou decíduas, apreciados como ornamentais em jardins, principalmente em locais de clima temperado ou subtropical. Produzem abundantes flores brancas ou rosadas, grandes e perfumadas. Alguns estudos sugerem que as magnólias podem ser as primeiras flores que surgiram no nosso planeta, mas isso não é comprovado.

Minurinha Bicuda

Minurinha Bicuda

É uma variação da Chamaecrista orbiculata ou folha moeda, mas com o formato mais alongado e pontiagudo. Nativa do cerrado brasileiro, é colhida apenas uma vez ao ano, entre os meses de novembro e dezembro, para preservação da espécie. Devido à sua textura peculiar, pode ser “esqueletizada”. É muito utilizada no paisagismo e na confecção de produtos artesanais.

Norte de Minas

Norte de Minas

Heteranthera reniformis. Planta perene e aquática da família Pontederiaceae. Possui alguns nomes populares como agriãozinho aquático, hortelã-do-brejo, pavoá, aguapé-mirim, dentre outros. Suas folhas em formato de coração (cordiforme) são utilizadas para decorar interiores e ambientes externos.

Pata de Boi

Pata de Boi

Bauhinia forficata. A pata-de-vaca é uma planta medicinal, também conhecida como mão de vaca, pata ou unha de boi, muito utilizada para complementar o tratamento medicamentoso da diabetes. É uma árvore brasileira com um tronco espinhoso que produz flores grandes e exóticas, geralmente brancas.

Pimenta

Pimenta

Capsicum frutescens. Pimenta é o nome comum dado a várias plantas, seus frutos e condimentos deles obtidos, de sabor geralmente picante. Além da coloração intensa e dos sabores picantes, associados aos caprichos e à sedução, a pimenta historicamente tem sido considerada como um suposto afrodisíaco. Já no século XVI era proibida aos jovens sob a suspeita de estimular a sensualidade.

Quina

Quina

Strychnos pseudoquina A. St. Hil. É uma planta arbórea, encontrada, principalmente, no cerrado brasileiro. Sua cascas apresentam ampla utilização como medicinal no Brasil. Em infusão, apresentam propriedades afrodisíacas e tônicas e febrífugas. As garrafadas e chás da casca são usados contra problemas hepáticos e distúrbios estomacais e anemia

Renda Portuguesa

Renda Portuguesa

Davalia fejeensis. A renda-portuguesa é da mesma família das samambaias. Suas folhas (frondes) são muito interessantes: apresentam grande detalhamento nas suas subdivisões e recortes, tornando-a uma planta de textura muito particular e bela. As variedades mais conhecidas são a plumosa e a robusta. No inverno as folhas da renda-portuguesa tornam-se amareladas e caem, e ela deve ser protegida.

Sempre Viva

Sempre Viva

Comanthera macugensis é uma flor exuberante e possui esse nome porque após ser colhida continua com a aparência viva e resistente por muitos anos. Encontrada em campos de altitude e solo arenoso, sua beleza e delicadeza são procuradas para ornamentação e para a produção de artigos artesanais.